7 de fevereiro de 2020
Um marco para a CNDL
Varejo SA por Varejo SA

A entidade lança selo comemorativo dos 60 anos e prepara o projeto Memória

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) vai comemorar os 60 anos da sua criação em outubro, mas as primeiras homenagens já estão em curso, como a criação, em janeiro, do selo comemorativo do jubileu. A peça gráfica, que será usada nos materiais impressos e digitais da entidade, foi selecionada em um processo interno, aberto aos designers e programadores visuais que trabalham para seu escritório em Brasília.

A imagem escolhida traz a sigla da CNDL sob o número 60; ao fundo, as cores da entidade em uma padronagem que lembra as faces de um diamante, símbolo do jubileu. O autor da arte é o designer Jonatas Bonach, profissional responsável pelo desenvolvimento de diversos produtos gráficos da CNDL, entre eles, publicações como a revista Varejo s.a. “Buscamos passar os conceitos de tradição e solidez”, explica ele.

O presidente da CNDL, José César da Costa, considera o selo e o aniversário uma data muito importante para a instituição. “A ideia de fazermos algo especial para os 60 anos vem da ideia de que temos que ter um marco que lembre e expresse nossa trajetória”, diz. “Também é mais uma oportunidade de fazermos um balanço dos nossos feitos e iniciar o desafio de pensar o futuro”.

Desde que foi criada, em 21 de outubro de 1960, a entidade acompanha o movimento do comércio, do crédito e da política no Brasil. Surgida a partir da expansão dos Clubes dos Dirigentes Lojistas, seu principal desafio é congregar nacionalmente as necessidades do comércio e desenvolver a livre-iniciativa, sempre representando os interesses dos lojistas.

A tarefa vem sendo cumprida à risca. De fato, a CNDL sempre se posicionou ao lado de bandeiras importantes para o desenvolvimento do Brasil e do varejista. Ao longo de 59 anos, foram muitas as batalhas no campo político e econômico e as vitórias, grandiosas. Foi assim na luta contra a CPMF em 2007, na criação da Frente Parlamentar do Varejo e na quebra do duopólio da indústria de máquinas de cartões de crédito, ambas em 2010.

No ano passado, em um momento de profundas transformações no Brasil, a CNDL se notabilizou por sua atuação na luta pelos interesses do setor varejistas e dos empreendedores como um todo. Para Costa, a instituição honrou as 27 federações que compõem o Sistema CNDL ao mostrar que tem força indiscutível nas articulações no Congresso Nacional e nas tratativas com as mais altas autoridades do Executivo.

“Acho que a confederação chegou ao seu amadurecimento institucional”, afirma. “Veja nossa participação em decisões como a aprovação do Cadastro Positivo, as mobilizações em torno da reforma da previdência, o trabalho de aprovação da Medida Provisória da Liberdade Econômica. Hoje, somos reconhecidos como atores importantes nas grandes decisões nacionais”, avalia.

O selo do jubileu é só o início de festa. A diretoria da CNDL está se preparando para o projeto Memória, uma iniciativa que pretende colher depoimentos e organizar arquivos para o futuro Memorial do Varejo, com sede em Brasília. “A ideia é ter um espaço, mesmo que modesto, onde o varejista possa reconhecer sua história e sua importância para o país”, diz Costa.

Para o 1º vice-presidente da CNDL, Ivan Tauffer, fazer parte da entidade também inclui a manutenção dos seus valores. “É um orgulho fazer parte dessa história e honrar o desafio de ajudar a desenvolver uma entidade que é referência para o associativismo de todo o país”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *