8 de abril de 2020
Trabalho aliado à qualidade de vida
Varejo SA por Varejo SA

Retenção de talentos por meio da promoção do bem-estar no ambiente corporativo é opção para várias empresas no mercado

Cada vez mais, os funcionários procuram por ambientes de trabalho onde se sintam à vontade, que priorizem a qualidade de vida e em que possam ser criativos e dinâmicos. Do outro lado, empresas alinhadas ao mercado e atentas às mudanças no mundo corporativo já sabem: não há como garantir a continuidade dos negócios sem investir no bem-estar dos funcionários.

De acordo com o estudo Tendências Globais de Capital Humano de 2018, realizado pela Deloitte, com 11 mil entrevistados, 86% dos funcionários esperam trabalhar em horários flexíveis, 67% querem um escritório com design arrojado, 63% dos entrevistados gostariam de ter acesso a snacks saudáveis, enquanto 60% das pessoas adorariam um programa de suporte mental.

Entre as empresas, 61% das entrevistadas afirmaram que programas de bem-estar oferecidos melhoram a produtividade e os resultados financeiros da marca; 60% acreditam que eles ajudam a reter funcionários e 43%, que ajudam a reforçar a missão e visão. Ainda, 92% dos executivos entrevistados apontaram a atenção aos colaboradores como uma questão importante para as atividades profissionais no futuro.

Pensando nessa necessidade do mercado, surgiu a MindSelf. Especializada em programas corporativos de meditação e mindfulness, a empresa tem como objetivo melhorar a vida de profissionais e o ambiente de pequenas a grandes instituições. Foi percorrendo anos de suas jornadas executivas bem-sucedidas em grandes corporações que os sócios fundadores, Alexandre Ayres e Wagner Lima, perceberam a possibilidade de mudar a realidade dos ambientes de trabalho.

“Levamos o conhecimento e a prática da meditação e do mindfulness como ferramenta preventiva para a saúde emocional dos colaboradores, trabalhando o autoconhecimento e aprimorando as habilidades de inteligência emocional. A nossa operação é baseada em pesquisas do mercado americano e europeu, em que as práticas já são muito difundidas”, afirma Ayres.

Ainda de acordo com o sócio fundador, a MindSelf possui três diferenciais de mercado: a clareza sobre os fatores críticos de sucesso para implementar esse tipo de iniciativa no ambiente corporativo; a metodologia exclusiva 3P5F, composta de três pilares e cinco fases; e a experiência dos sócios como executivos no mundo corporativo.

Com uma operação totalmente adaptada, a empresa aborda diferentes aspectos relacionados ao hábito de meditar, com produtos e serviços exclusivos e uma equipe de instrutores experientes em diversas técnicas, que auxiliam diferentes perfis de profissionais a lidar melhor com os desafios e o estresse, ampliar a efetividade no trabalho e melhorar seus relacionamentos e tomada de decisões.

Dicas para promover bem-estar nas empresas

– Qualidade de vida

Mais do que criar oportunidades de crescimento profissional, é preciso compreender o colaborador como um ser humano que tem necessidades físicas e emocionais. O ponto central é humanizar as relações de trabalho para que seja possível equilibrar a vida pessoal e profissional. O tempo que se passa no ambiente organizacional é extenso. Logo, é fundamental, especialmente para as lideranças, relacionar o desempenho ao bem-estar das pessoas. Bom senso e flexibilidade são palavras-chave para criar um cenário agradável e saudável para todos.

– Benefícios e incentivos

Valorizar o bem-estar organizacional passa, necessariamente, pela criação de programas que dão suporte aos funcionários, com benefícios e incentivos. Esse é um investimento de tempo e dinheiro, com retorno garantido. Assim, projetos de incentivo à saúde têm sido um diferencial nas organizações. Oferecer previdência privada, assistência médica, vale-academia, ginástica laboral e ações que possibilitam o acesso à prática de esportes, por exemplo, faz muita diferença na qualidade de vida dos funcionários. Os efeitos desses benefícios impactarão positivamente nos resultados da companhia.

– Valorização dos funcionários

Empresas que figuram nas listas de melhores lugares para se trabalhar mantêm um diálogo aberto com os colaboradores. Os canais de comunicação interna (físicos e virtuais, sigilosos ou abertos) e as pesquisas de clima também são importantes. Essas ferramentas devem ser planejadas com empenho e levadas muito a sério, pois são portas de entrada para a opinião dos colaboradores e podem dar origem a ações consistentes.

– Investimento em gestão de pessoas

O capital humano de uma empresa é o que ela tem de mais valioso e é a partir dele que se pode alavancar resultados. Por isso, falamos em maneiras de cultivar o bem-estar organizacional. O objetivo é garantir a satisfação do colaborador e a obtenção de resultados para o negócio. No cenário ideal, é assim que as coisas devem funcionar. Dessa forma, é muito importante encarar a gestão de pessoas como algo relevante a investir na capacitação dos profissionais que estão à frente desse trabalho, sendo eles da área de recursos humanos ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *