6 de junho de 2018
SPC Brasil lança solução pioneira entre os bureaux de crédito para reduzir possíveis fraudes
Varejo SA por Varejo SA

Ofertada pela primeira vez para análises de crédito, nova ferramenta de reconhecimento facial permite que empresário valide seus dados de forma mais assertiva e previna-se contra fraudadores

 

Informações pessoais, como endereço, data de nascimento, RG e CPF, podem ser consultadas em uma busca na internet e isso faz com que a população fique muito suscetível a golpes e/ou crimes relacionados à identidade. Quem nunca foi vítima de golpe e recebeu uma ligação ou carta de cobrança de algo que não comprou?

Seja para fechar um negócio, seja para obter crédito, fraudadores utilizam dados de terceiros para cometer crimes nas mais diversas áreas, como telefonia, imobiliária e entre seguradoras. O varejo foi um dos setores mais afetados por esse tipo de ação, principalmente em função da emissão de cartões, financiamento de produtos eletrônicos e aquisição de automóveis.

Uma solução assertiva para a alta nos índices de fraudes

Seguindo as principais tendências de mercado no que diz respeito à segurança e à inovação, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) disponibiliza agora o SPC Reconhecimento Facial, solução pioneira entre os bureaux de crédito – ofertada pela primeira vez nas consultas – que tem como objetivos reduzir a atuação de fraudadores, agilizar a análise e tornar a validação de dados mais assertiva.

Para utilizar o produto, a empresa filiada ao Sistema CNDL precisa apenas de uma webcam em seu ponto de atendimento. Com isso, é possível capturar a imagem do cliente e, por meio do seu cruzamento com uma base de faces do SPC Brasil, detectar pontos no rosto do consumidor que permitem que o sistema identifique semelhanças ou divergências no momento da compra, pedido de empréstimo, financiamento ou outras situações que envolvam análise creditícia.

A ferramenta do SPC Brasil foi criada em parceria com a Acesso Digital, empresa com foco em soluções digitais que possui uma volumosa base de faces cadastradas e, desde 2014, atende a grandes redes varejistas, como o grupo Via Varejo, Renner, Magazine Luiza, Marisa e Riachuelo.

“No mundo digital, em que o tráfego de dados é altíssimo, procurar novas formas de proteger a identidade é fundamental. Atualmente, com um pequeno esforço, qualquer pessoa consegue ter acesso a nomes, números, senhas e outras informações de identificação por meio da internet. Mas a biometria é algo único, que dificilmente poderá ser fraudado”, afirma Nival Martins, superintendente de Produtos do SPC Brasil.

O SPC Reconhecimento Facial chega num momento oportuno e essa é mais uma oportunidade de utilizar a inovação tecnológica em favor da sociedade e conquistar sua confiança.

Para ter acesso a essa solução, é preciso se associar ao Sistema CNDL por meio de alguma entidade, como Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) ou demais representações locais. Para tanto, basta acessar o site do SPC Brasil: www.spcbrasil.org.br/associados/seja-um-associado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *