30 de maio de 2017
Singularity University, em busca de grandes ideias no Brasil e no mundo
Varejo SA por Varejo SA

Kathryn Myronuk Action Shot

Projeto de capacitação socioemocional para professores é escolhido pelo polo de conhecimento na Califórnia. O objetivo é usar a tecnologia para ampliar o alcance de bons projetos

 

Uma carioca foi a vencedora de um dos maiores desafios já lançados no Brasil: identificar projetos que tenham potencial de impactar positivamente até um bilhão de pessoas em dez anos. Tonia Casarin, educadora e pesquisadora, venceu o Singularity University Brazil Global Impact Challenge 2017. Com o tema deste ano voltado à educação, Tonia conquistou o prêmio com um projeto de qualificação socioemocional para professores, por meio de uma plataforma que pode ser acessada tanto pelo celular quanto pelo computador. Durante três meses, a vencedora irá fazer curso no centro de pesquisas da National Aeronautics and Space Administration (NASA).

 

O objetivo do projeto de Tonia é que educadores tenham a possibilidade de lecionar aportados em um modelo mais compatível com a realidade que vivemos, em que a educação abre-se para a capacidade crítica, ética e inovadora. A partir de uma plataforma, os educadores, da educação básica ao ensino superior, serão capacitados para preparar o desenvolvimento socioemocional dos estudantes, contribuindo para a transformação de seu potencial.

 

É com a pergunta instigante “Como você pode impactar um bilhão de pessoas no mundo?” que a Singularity University sai ao redor do mundo buscando inovação, criatividade e modelos de empresas de start-ups ou grandes idealistas para pôr em prática seu negócio transformador. Neste ano, foi a vez do Brasil. Além do projeto da grande vencedora, a etapa brasileira recebeu 107 projetos inscritos, sendo que apenas dez foram finalistas. O concurso foi realizado pela Singularity University, em parceria com a Universidade Positivo, e organizado pela Mkt4Edu.

 

A Singularity University foi fundada, em 2008, no parque de pesquisas da NASA, no Vale do Silício, local visitado recentemente pela comitiva da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). A universidade é um espaço voltado ao aprendizado, à colaboração e à inovação que, pela utilização da tecnologia, busca resolver desafios globais.

 

Premiação

Para muitos, trabalhar no centro de pesquisas da NASA seria o ápice do sucesso. Para Tonia, que tem Mestrado em Educação pela Teachers College, da Universidade Columbia, essa é a realidade que a espera. Após ter sido eleita a vencedora, a educadora irá passar três meses fazendo o curso Global Solutions Program, na sede da Singularity University. Ela não irá desembolsar o valor correspondente, mas, para os interessados, o curso, com duração de três meses, custa US$ 30 mil.

 

Além de realizar o curso, contará com o suporte da rede de ex-alunos e mentores da Singularity University para desenvolver sua iniciativa. Os outros finalistas também foram beneficiados com acesso a um grupo de mentores e orientadores durante a fase final de seus projetos.

Manny_Orellana_Tonia_Casarin170508_100829

Como o desafio global da Singularity University pode impactar o varejo?

O Global Impact Challenge é um desafio promovido pela instituição internacional para incentivar inovações que contribuam na solução de grandes problemas mundiais relacionados à energia, meio ambiente, alimentação, habitação, espaço, águas, resistência a desastres, governabilidade, saúde, educação, prosperidade e segurança. No total, já foram 94 competições, em 38 países, premiando 121 projetos.

 

A pergunta do desafio também pode ser feita aos pensadores do varejo: como encontrar soluções simples, que impactam um grande número de varejistas no Brasil? Ou: que soluções do varejo podem impactar positivamente as mudanças no mundo? Se sua empresa ou start-up tem soluções e sugestões que alcançam milhares de pessoas, envie um e-mail para a revista Varejo s.a. contando sua história (contato@revistavarejosa.com.br).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *