16 de março de 2018
Reinventando o Sampling
Varejo SA por Varejo SA

Por Ernesto Villela

Ernesto Villela é CEO da Samplify.

marc_artigo_Ernesto Villela, CEO Samplify

Vamos ao início: os modelos de distribuição de amostras tradicionais, o velho sampling de sempre. A verdade é que o investimento em sampling sumiu do mercado e os motivos são simples: as falhas de conceito e de processo nos modelos tradicionais que basicamente se resumem a cinco tipos.

O primeiro e mais antigo é a promotora no ponto de venda. Esse modelo perdeu o reinado pela complexidade de gestão, altos conflitos de relacionamento com o canal, dificuldade de controle, baixa escalabilidade e alto custo por impacto.

O segundo modelo é o de blitz em shows, eventos e espaços públicos. A dinâmica falha desse processo começa no jeito de compra desse serviço (concorrência de agências BTL). Sem escala nenhuma, sem inteligência analítica, sem controle de execução e longe de trazer qualquer tipo de mensuração em vendas. Um desperdício de esforço e investimento.

O terceiro acontece com veículos de mídia tradicionais, como jornais e revistas, que buscam de todos os jeitos novas receitas para o seu negócio em declínio. Apesar de ter uma execução mediana, falta controle, mensuração e escala para impactar de fato o negócio da indústria.

Já o quarto é o de influenciadores. Com pouquíssima escala, esse é um modelo útil para o marketing criar conteúdo e explorar públicos nichados. O custo por sampling é o mais caro do mercado, junto ao quinto tipo, que é a entrega de amostras por correio e sites de comercio eletrônico (investimentos caros por impacto, segmentados e sem comprovação de performance).

Sem delongas, criei a Samplify para ajudar a solucionar dois problemas de mercado, um do varejo e outro da indústria de bens de consumo.

Do lado da indústria, reinventar o modelo de sampling e trazer inteligência para um processo que até então era desestruturado, caro e complexo de ser gerenciado. Com tecnologia e inovação, reconstruímos o segmento com baixo custo por sampling, controle e mensuração de resultados. Para os analistas de FMCG (sigla para Fast Moving Consumer Goods), somos uma nova ferramenta de marketing capaz de impactar o negócio e solucionar problemas, entre eles, lançamento de produtos, geração de sell-out, ganho de market share e captura de insights do consumidor. Fazemos sampling e mensuramos o impacto da ação no varejo real. Amostras convertidas em vendas, esse é o significado estratégico do sampling.

Sob o ponto de vista do varejo, a Samplify funciona como uma máquina de brindes e uma poderosa ferramenta de relacionamento e melhora da satisfação do cliente em loja. A equação é simples: o consumidor entra numa loja e, de forma inusitada, é presenteado com brindes e mimos no final da jornada de compra. Hoje, a Samplify conta com aproximadamente 3.000 estabelecimentos parceiros que distribuem amostras da indústria.

Estudos, como o feito pela Euromonitor, mostram que o sampling é o 4º maior influenciador de compras para determinadas categorias e comprovam que o brinde é um dos itens de maior impacto positivo na experiência de compra de uma loja. A Samplify nasceu exatamente desse contexto. Um modelo de alta escala, com forte poder de segmentação, baixo custo, controle, mensuração e o mais importante, um jeito de levar o sampling de uma forma positiva para o consumidor: o brinde.

Inovar é fazer as coisas de sempre de uma maneira diferente. Comprovamos com tecnologia que até o bom e velho sampling pode sair da caixa e somar na equação de valor da indústria de bens de consumo. Há quem diga que o sampling é o marketing mais antigo do mundo. O pedaço de fruta bem doce oferecido como prova na feira, convence desde que o mundo é mundo. Só resgatamos para o cenário atual a relevância que ele sempre representou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *