10 de dezembro de 2016
Projeto fomenta o desenvolvimento do varejo nacional
Varejo SA por Varejo SA

[sc name=”img-post-app” caminho=”http://revistavarejosa.com.br/wp-content/uploads/2016/12/4-desenv-varejo.png” ]

Convênio entre CNDL e Sebrae permitirá melhoria do ambiente de negócios em todo País

Lançado recentemente pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo (PNDV) prevê uma série de ações para melhoria do ambiente de negócios e aceleração do desenvolvimento de vantagens competitivas nas micro e pequenas empresas do setor varejista.

As Federações das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDLs) poderão participar oferecendo apoio operacional e logístico para a realização de algumas das ações previstas o escopo do programa.

Segundo o gerente de projetos e eventos da CNDL e coordenador do PNDV, Daniel Sakamoto, serão elaboradas propostas de políticas públicas para o desenvolvimento do varejo com a participação de lideranças empresariais, dirigentes do Sistema CNDL e especialistas. “É fundamental ouvir representantes do setor varejista para a elaboração de propostas de políticas públicas que atendam suas demandas e expectativas”, explica.

As iniciativas previstas também envolvem a propagação de ferramentas tecnológicas inovadoras, de baixo custo e alto impacto aos micro e pequenos varejistas, com a participação de lideranças empresariais e articulação junto ao poder público dos estados contemplados.

Também serão realizadas atividades para a qualificação de lideranças empresariais e dirigentes do Sistema CNDL com foco na estruturação das demandas do varejo na agenda governamental, nas esferas federal, estadual e municipal.

[sc name=”titulo-secao-app” cor=”#1E3851″ titulo=”Mais sobre o PNDV” ]

Serão investidos no projeto cerca de R$ 3,5 milhões e a CNDL vai aportar 30% do valor do convênio e os outros 70% ficarão a cargo do Sebrae. O programa deve ser executado em até dois anos e a expectativa é que todas as regiões do país sejam atendidas com ações ligadas ao convênio. A aplicação dos recursos será de responsabilidade da Confederação, com o acompanhamento e supervisão do Sebrae, de acordo com o projeto aprovado.

www.pndv.org.br