13 de abril de 2018
Projeto “Conectados com a Segurança” amplia monitoramento
Varejo SA por Varejo SA

abr_Integra_Conectados

A partir de agora, o cidadão que tiver câmeras de videomonitoramento voltadas para as ruas e calçadas pode ceder as imagens para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e contribuir para aumentar o monitoramento das ruas de Natal. O termo de cooperação entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Natal para o projeto Conectados com a Segurança foi firmado em outubro do ano passado para pessoa jurídica e ampliado no mês de março para pessoa física.

A secretária estadual de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, Sheila Freitas, destaca da importância do termo de cooperação técnica entre as entidades para acompanhamento de ocorrências, investigações policiais, diminuição dos roubos e um trabalho proativo da polícia na cidade: “É preciso que todos se conscientizem da importância da contribuição para a segurança de nossa cidade. Essa adesão ao Conectados com a Segurança é uma coisa muito simples e não tem custo para o empresário nem para o cidadão, basta informar o endereço da URL das câmeras de monitoramento do estabelecimento comercial ou residencial para o Ciosp que teremos acesso às imagens. Essa contribuição é de grande relevância para a segurança de nossa cidade”.

O presidente da CDL Natal, Augusto Vaz, lembra que o empresário ou cidadão, ao assinar o termo de cooperação com a CDL, Sesed e Ciosp, cede não só as imagens on-line, mas também as que ficam gravadas, e que a Polícia Civil já fica autorizada a ter acesso às gravações da imagem de determinado estabelecimento, o que torna o processo de investigação mais rápido. Atualmente, mais de 200 câmeras estão interligadas ao Ciosp de forma on-line e mais de 500 têm termo de adesão já assinado. Estas ainda não estão on-line, mas com imagens gravadas disponíveis para serem usadas pela Polícia Civil, caso necessário.

A meta da CDL Natal é chegar até o fim de outubro de 2018, quando o projeto completa um ano, com mil câmeras interligadas com o Ciosp. Vaz acredita que, a partir desse número, será possível gerar um efeito prático melhor e apresentar resultados reais de soluções de ocorrências policiais. “Quando tivermos mil câmeras on-line com o Ciosp, teremos boa parte da cidade mapeada. Assim que chegar uma denúncia no 190, o Ciosp poderá acompanhar em tempo real o que está acontecendo; isso vai impactar com certeza no resultado positivo de uma investigação e prisão de bandidos, por exemplo”, afirma.

Também foi lançada a placa de identificação dos estabelecimentos que têm as câmeras de monitoramento interligadas com o Ciosp. A ideia é trabalhar a prevenção de ocorrências policiais. A secretária estadual acredita que a placa servirá como inibidor para bandidos, que, ao se deparar com um estabelecimento que possui a placa informando ser conectada com o Ciosp, desistirão de realizar o assalto.

O presidente da CDL Natal enfatiza que esse projeto contribui para a segurança dos cidadãos natalenses e que tanto a CDL Natal quanto a Sesed precisam da ajuda dos cidadãos. “Com a contribuição da população, podemos vir a ter uma Natal completamente monitorada pelo Ciosp, isso é muito positivo. Temos vivido dias difíceis na questão da segurança. Então, podemos contribuir para melhorar isso, e sem custo. A segurança pública é um dever do estado, mas isso não impede que a população contribua”, defende Vaz.

Para aderir ao projeto, entre em contato com a CDL Natal pelo telefone 4009-0000 ou pelo e-mail segurança@cdlnatal.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *