9 de abril de 2019
O gigante do chocolate
Renata Dias por Renata Dias

Como Alexandre Costa transformou uma encomenda de ovos de páscoa numa das maiores franquias de chocolate do mundo

Um carinho a cada pedacinho. Um show de chocolate. Ah, quem não dá um sorriso quando ganha um chocolate, não é mesmo? O mês da páscoa celebra o renascimento, a renovação e nada melhor do que um chocolate para quebrar o gelo e fazer sorrir. Muitos empreendedores aproveitam essa época do ano para se lançarem no maravilhoso mundo de ovos de páscoa e de chocolates artesanais. Mas um empresário em particular se destaca por sua trajetória de sucesso.

Alexandre Costa tinha apenas 17 anos quando resolveu revender chocolates de um antigo catálogo. Ele conseguiu uma encomenda de dois mil ovos de 50 gramas para a páscoa daquele ano, 1988. “Mas para minha surpresa o fornecedor não tinha mais esse produto, então, para honrar o compromisso assumido, resolvi produzi-los por conta própria. Comprei a matéria-prima e encontrei a dona Cleusa, uma senhora que fazia chocolate caseiro. E, após três dias e com jornadas de trabalho de 18 horas, o pedido foi entregue conforme prometido”, relembra Alê, como é carinhosamente conhecido.

O lucro dessa primeira encomenda, aproximadamente US$ 500, foi o capital inicial para que a criação da Cacau Show. Na época, o empreendimento se estabeleceu em uma sala na empresa dos seus pais, no bairro da Casa Verde, zona norte de São Paulo. Hoje, a Cacau Show possui 2.250 lojas espalhadas por mais de mil cidades do país. O crescimento foi exponencial, registrando nos últimos anos um aumento de dois dígitos por ano. Em 2018, a receita chegou a cerca de R$ 3,5 bilhões, um verdadeiro gigante do chocolate, 100% nacional. Para este ano, a meta é abrir 30 lojas no Modelo Mega Store até dezembro. Hoje, já foram seis e ninguém duvida que ele vai conseguir.

A inquietude e o espírito empreendedor de Costa tornou a marca referência no mercado nacional. Para o francês Fabrice Lenud, um dos mais consagrados pâtissiers do Brasil, Costa é o “Bill Gates do chocolate”. Mas, para o empresário, tudo isso tem um significado ainda maior: cada trufa, tablete ou bombom é uma forma de despertar um sorriso. Por isso, a Cacau Show se esforça ao máximo para oferecer uma variedade de produtos e sabores para todos os gostos e momentos.

Alexandre Costa coleciona premiações nacionais e internacionais. A verba arrecadada com a venda do seu livro “Uma trufa e…. 1000 lojas depois!” é toda investida no seu instituto. Sua participação na NRF Big Show deste ano, em Nova Iorque, ao lado de Alberto Serrentino (Varese Retail) e do italiano Francisco Pinto (Planoforte), além de encantar os presentes, também adoçou os participantes com um mimo embaixo das cadeiras. É o diferencial da surpresa comprovando o poder do chocolate de provocar sorrisos.

Loja multicanal

Em 2017, a Cacau Show se consolidou como empresa multicanal e hoje seus negócios são diversos e integrados. Vendas domiciliares e corporativas, lojas temporárias, e-commerce e microfranquias. Tem muita forma de ser um franqueado ou revendedor da Cacau Show. Presente nas redes sociais desde 2013, a marca começou suas vendas online em 2016, buscando mais proximidade com maior número de brasileiros possíveis. Mas o foco ainda está nas lojas físicas.

“Nosso maior foco ainda são as vendas em nossas lojas físicas. Pois queremos, entregar muito mais do que produtos de qualidade por um preço acessível, queremos entregar uma experiência única para nossos clientes”, explica Alê.

Antenado nas transformações digitais que o comércio vivencia, o empresário destaca que hoje estamos na era da experiência e que o centro dos esforços precisa estar no consumidor. “Então os consumidores estão em busca de algo à mais do que somente um produto. Eles buscam marcas e empresas que conseguem entregar esse diferencial, e esses universos são uma soma para melhorar a experiência”, define.

E se experiência é a palavra de ordem, a marca novamente dá um show. Para o empresário, a loja física e a loja online se complementam, se apoiam, e fazem parte de uma única e forte marca, reconhecida pelo consumidor. Para esta páscoa, por exemplo, a marca acaba de lançar o “Ovo Personalizável”. Funciona assim: os clientes baixam o App Cacau Show, escolhem três fotos da sua rede social, personalizam a capa de dos ovos Dreams, realizam o pagamento no próprio aplicativo e retiram na loja mais próxima de sua residência. Trata-se da conciliação das formas de venda e personalização para cada consumidor.

Foco no social

O Instituto Cacau Show foi fundado em 24 de dezembro de 2009, em Itapevi (SP), com o objetivo de promover serviços, programas, projetos de proteção básica e direitos sócios assistenciais por meio de atividades educacionais, culturais, esportivos, jurídicos e profissionalizantes, atingindo todas as faixas etárias. Com isso, o Instituto vem possibilitando uma melhor perspectiva de futuro à comunidade menos favorecida de Itapevi e região.

O Instituto atende mais de 2500 crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, com aulas de capoeira, jogos interativos, apoio escolar, leitura, canto, dança, percussão e formação para adolescentes com aulas de inglês, esporte, cidadania e música. “Uma ação relevante que realizamos por meio do nosso instituto é a doação de 300 mil ovos de Páscoa para instituições que apoiamos. Também, recentemente, conseguimos entregar a inauguração de um novo andar no hospital do Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer). É muito gratificante poder investir no social”, finaliza Alê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *