7 de janeiro de 2019
Nos traços da capital
Renata Dias por Renata Dias

Conheça mais a história do ilustrador da nossa revista Varejo s.a.

Seu projeto que mistura desenho e fotografia é batizado de Interferências. Antônio Euzébio, mais conhecido como Toninho, é um publicitário que tinha uma carreira promissora como diretor de arte e criação em grandes agências na capital federal. O goiano, radicado em Brasília, se lançou nos trabalhos freelancers para ter mais tempo com a sua família.

Mas, de forma despretensiosa, seus desenhos originais ganharam fama. “Sempre ando com o meu Moleskine, gosto de desenhar pessoas para registrar e aprimorar o traço. Um dia, fiz uma ilustração usando essa técnica, que mistura desenho e fotografia e registrei uma cena cotidiana onde uma mulher reclamava da demora no seu atendimento. Fiz um desenho no Moleskine da metade da cabeça dela, de onde saía um balão reclamando da demora. O desenho se completava com a foto real da mulher, fotografada pelo meu celular. Assim que terminei postei nas redes sociais e amigos gostaram tanto que me incentivaram a continuar fazendo outros”, conta sobre o início do projeto.

A partir de então, a rotina mudou. Depois de deixar as filhas na escola, Toninho passou a andar pela cidade buscando lugares que pudessem render uma ilustração nova. “Brasília é perfeita para isso, pela sua arquitetura. Parte da projeção desse trabalho se deu por ter utilizado imagens da cidade, mas de forma lúdica e animada, rompendo a barreira da negatividade que a capital tem com a política”, reflete.

De lá pra cá, o projeto foi crescendo e ele passou a fazer exposições na cidade, participando de coletivos culturais. Sites internacionais passaram a publicar os desenhos e chamou atenção da marca Moleskine, que diversas vezes repostou seus trabalhos e em 2018, Toninho foi convidado para ser Embaixador da marca no Brasil. “Com isso, me levaram para uma exposição, palestra e também para ficar no estande da Moleskine durante o maior evento de criatividade da América Latina, o Pixel Show”, conta.

E o projeto vem ganhando cada vez mais força no cenário internacional. No final de 2017, Toninho ganhou dois troféus de ouro num concurso internacional, realizado pelo site One Eyeland. Em 2018, ele ganhou a seleção de uma galeria Suíça que levou 100 artistas de todo mundo para expor em uma galeria em Nova Iorque, participando Armory Art Week, uma badalada semana de arte. Toninho era o único brasileiro e apresentou 10 trabalhos, que também foram exibidos em um telão de alta definição.

Também em Nova Iorque, ele recebeu um outro convite para expor quatro imagens na Semana de Design, em maio de 2018. Dessa vez, 12 artistas de Brasília dividiram o espaço que homenageava a capital, eleita como Cidade Criativa pela Unesco.

Com a projeção, Toninho voltou a atuar na publicidade, emprestando seus desenhos e sua linguagem para campanhas. Um dos destaques foi para o Tribunal Superior Eleitoral, onde ele desenhava e a locução falava sobre o “e-título”, veiculado em todo o Brasil. Seu projeto também ganhou outros moldes, com a diversificação de produtos como porta-copos, imãs, canecas, azulejos, tudo vendido em lojas colaborativas.

Apesar da correria, Toninho ainda encontra tempo para ilustrar as matérias da Varejo s.a. e a parceria nos enche de orgulho. “Fico feliz demais com todo esse retorno, porque nunca tive uma estratégia de querer fazer sucesso, a coisa acabou acontecendo. Esse reconhecimento é o que mais me dá prazer. Ver um trabalho levando alguma mensagem legal pra alguém é tudo o que eu queria”, celebra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *