11 de novembro de 2017
Natal promete aquecer as vendas
Varejo SA por Varejo SA

Período-chave para o varejo, este fim de ano traz um cenário mais otimista

Por Amanda Venicio

Nov_Tendencias_Natal_CDLSUL2
O Natal costuma representar amor, união e família, mas, em 2017, ele tem mais um significado especial: a retomada da movimentação da economia. A expectativa é que a data ajude a aumentar as vendas e dar mais fôlego para o varejo brasileiro para o ano que vem.

É o caso da Gramadotur, autarquia de turismo e cultura responsável pelo evento Natal Luz, que nesta edição ocorre de 26 de outubro de 2017 a 14 de janeiro de 2018, em Gramado (RS). Nesse período, a cidade costuma receber 2,5 milhões de visitantes. “Nossos espetáculos relacionados ao Natal geram uma receita que possibilita à Gramadotur manter os eventos do resto do ano. Temos um orçamento de R$ 24 milhões e esperamos fazer uma receita de R$ 28 a 29 milhões”, explica seu presidente, Edson Néspolo.

O evento Natal Luz emprega duas mil pessoas diretamente e movimenta hotéis, restaurantes e prestadores de serviços. Quinze dias antes da abertura, 90 mil ingressos já haviam sido vendidos. Segundo Néspolo, as vendas deste ano até agora foram 5% superiores em relação a 2016.

O presidente da Gramadotur não está sozinho. Segundo levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 38% dos empresários acreditam que as vendas do período vão superar as do ano anterior. A expectativa é que o aumento seja de 1%. Pode não parecer muito, mas é uma perspectiva mais otimista que a de 2016, quando os lojistas aguardavam uma queda de 4,6%.
De acordo com Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, as datas comemorativas do primeiro semestre, como o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, tiveram quedas significativamente menores do que as dos anos anteriores, assim como o Dia dos Pais, no segundo semestre.

A economista acredita que o varejo tem motivos para ser otimista, ainda que moderadamente, neste Natal. Embora o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não impacte nas vendas do fim do ano, outros fatores positivos devem se manter, como a queda da inflação e da taxa de juros e o início da melhora nas contratações. “Diante desse quadro, dá para dizer que o Natal deverá ser, sim, melhor que o do ano passado, mesmo que fique distante dos níveis pré-crise”, afirma.
Mesmo com expectativa positiva, 82% dos empresários não pretendem reforçar o quadro de funcionários para o fim de ano, incluindo temporários e efetivos. Quase metade (49%) acredita que o efetivo atual é capaz de atender ao volume de clientes. Entre os 13% que irão reforçar o quadro de funcionários, 74% pretendem contratar de um a cinco colaboradores. O motivo da contratação para 75% deles é suprir o aumento da demanda no fim do ano. Entre os empregadores, 40% irão formalizar os contratados por meio da própria empresa, 35% abrirão vagas informais e 13% buscarão funcionários terceirizados. No total, cerca de 51 mil vagas extras deverão ser criadas.

Aposte no entretenimento
Para os varejistas que querem aproveitar o Natal, Néspolo recomenda investir em entretenimento. “Gramado era totalmente diferente há 23 anos; não havia movimento algum em novembro, janeiro e dezembro. A criação de um espetáculo ajudou a movimentar o comércio”, relata.

Em São Mateus do Sul (PR), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) organiza uma série de ações durante as quatro semanas de dezembro, como a Noite dos Noéis, um desfile no qual cada empresa participa com um Papai Noel que represente sua atividade. Também realiza a promoção Meu Amigo Merece, um sorteio que ocorre todos os sábados do mês. Para participar, o cliente preenche um cupom indicando um amigo com quem dividir o prêmio.

A edição deste ano ainda conta com a ação Natal Ouro Verde, com o objetivo de celebrar a erva-mate, tradicional da região. Segundo o presidente da CDL de São Mateus do Sul, Márcio Luiz Staniszewski, as atrações incentivam a população a ir às ruas e, consequentemente, atraem clientes para o comércio. O Natal também representa um momento de união do varejo local, que se reúne para planejar ações em conjunto, como a decoração compartilhada de quadras e as apresentações em frente aos comércios.

Staniszewski ressalta que o Natal também oferece desafios, como a concorrência do e-commerce. “Bom atendimento e variedade não são mais suficientes; o consumidor precisa ser surpreendido positivamente para ser conquistado”. O presidente da CDL de São Mateus do Sul recomenda investir em inovação e no treinamento da equipe. Assim, o cliente terá uma experiência de compra que o encante e faça valer o esforço de ir pessoalmente à loja, em vez de comprar on-line. “O segredo está no apelo emocional; afinal, quem resiste a presentear o filho, o namorado, o pai ou a mãe nessa data?”, entrega.

Em Fortaleza, a CDL é responsável por fazer o que parecia impossível: nevar no Ceará. A neve artificial é uma das várias atrações promovidas pelo Natal de Luz, que neste ano começará em 17 de novembro e terminará em 23 de dezembro.

A programação também revela uma preocupação com o meio ambiente. Desde 2007, o Natal de Luz realiza a troca de garrafas plásticas por mudas de árvores, com o objetivo de plantar um milhão de árvores até 2017. A meta foi alcançada três anos antes do esperado, em 2014. Em 2016, cem mil mudas foram distribuídas e a expectativa é que 120 mil sejam plantadas neste ano.

Além da tradicional chegada do Papai Noel, o evento conta, pela segunda vez, com um show do cantor e compositor Jorge Vercillo. Autor e intérprete da canção Monalisa, Vercillo já havia participado do Natal de Luz em 2008. O Coral de Luz, formado por 130 crianças e adolescentes, é outra atração de destaque.

Na abertura de 2016, o evento empregou 1.100 pessoas diretamente e atraiu público de 60 mil pessoas para o show do cantor Waldonys e de 14 mil para o restante da programação.

Cinco dicas para uma vitrine de Natal perfeita

“Quando falamos de vitrines, é preciso definir, antes de tudo, uma mensagem-apelo, isto é, a ideia central que definirá para qual caminho seguirá a decoração”, aconselha Rafaela Lourenço, sócia diretora da Vitrine VM, escritório brasiliense especializado em visual merchandising.

A especialista ainda dá um alerta: “Nunca misture mais de duas mensagens, estilos ou cores em uma vitrine. Quanto mais unificada a decoração estiver, mais chamativa ela será. Colocar todos os símbolos do Natal em uma só vitrine só a deixará poluída e menos atrativa”.

 

Confira cinco sugestões de mensagem-apelo elaboradas por Rafaela:

1) O queridinho: Papai Noel

Não se esqueça de prestar atenção no estilo do personagem que tem a ver com o conceito que sua marca quer passar. Já vimos uma marca de surfe adequar o Papai Noel ao seu conceito, vestindo-o com roupas de moda praia, um confortável chinelo e carregando uma prancha de surfe.

2) Tendência: estrelas natalinas

A famosa estrela anunciadora da chegada do menino Jesus é tendência de decoração neste ano, adotada por muitas marcas. Os formatos, as cores e os materiais são variados, então opte por uma que transpareça o conceito da sua marca. Se você vende produtos naturais, traga estrelas feitas de galhos, cordas ou madeira.

3) Solução express: bolas de Natal
Bolas de Natal são a melhor opção para quem está sem tempo de pensar no que fazer, mas não quer deixar o Natal passar em branco. Um dos símbolos mais marcantes, podem ser encontradas com facilidade em supermercados e shopping centers.

A grande sacada está em como organizar as bolinhas na vitrine. Você pode pendurá-las com fios de náilon, dando a sensação de que estão flutuando entre os produtos. Só tome cuidado para não pendurar bolas demais, pois seu produto pode se perder na vitrine.

 

4) Frases de efeito
Você pode escolher uma frase-clichê, como “Feliz Natal” e “Boas Festas”, ou trazer uma nova, que poderá ficar conhecida por seus clientes e traga a marca em seus dizeres: “Uma feliz Coca-Cola para você”. Em ambos os casos, precisará definir o material e formato em que ela será apresentada em sua vitrine: luz de neon, adesivo, EVA, isopor… Procure um formato e material que se adaptem à sua necessidade e combinem com seu público.

O adesivo é uma ótima opção para quem quer agilidade no processo de fabricação, mas, se sua loja for para um público mais requintado, como uma joalheria, tome cuidado com a criação da arte a ser utilizada no adesivo. O resultado final pode passar um ar de desleixo, em vez de requinte.

5) Cena clássica de Natal
A cena clássica com uma árvore circundada de diversos presentes em sua base faz parte daquela imagem típica de histórias de Natal perfeitas, que moram em nossas lembranças e em contos infantis. Trabalhar com um cenário realístico e cheio de detalhes pode aproximar o consumidor da experiência familiar de presentear e ser presenteado no Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *