23 de junho de 2020
Mundo digital ganha força em tempos de Coronavírus
Varejo SA por Varejo SA

Carolina Smith

Graduada em Relações Públicas pela FAAP/SP, empresária e Vice-Presidente da CDL Jovem Salvador

A transformação digital já é realidade na vida de todos nós há alguns anos. De diversas formas, fomos nos acostumando a incorporar novos hábitos tecnológicos que, aos poucos, vinham mudando as nossas vidas. Esse avanço da tecnologia nos modos e costumes foi rapidamente acelerado pelas mudanças sociais impostas pelo coronavírus. Dentro desse contexto, empresas e pessoas foram forçadas a se reinventar rapidamente. Nesse processo, o planejamento de marketing das empresas também precisa ser repensado.


A principal característica desse novo modo de vida e consumo é a fluidez dos limites entre o físico e o digital. Essas transformações são fortemente marcadas pela conectividade que, através de ferramentas como inteligência artificial, robótica, blockchain, internet das coisas, realidade virtual e impressão 3D, por exemplo, mudam a forma como as pessoas consomem e se relacionam entre si, e com as organizações com as quais elas interagem.

Se há quem encare essas tecnologias como elementos de um filme futurístico, não nos surpreendemos ao usar itens do dia-a-dia como o GPS do carro, reconhecimento facial e assistente de voz no celular ou até mesmo as recomendações personalizadas em ferramentas de streaming. Ao incorporar tantas soluções e facilidades às nossas vidas, essas tecnologias promoveram uma profunda transformação digital. Desse modo, ferramentas que até pouco tempo não existiam se tornaram imprescindíveis não só no nosso cotidiano, mas também em sistemas econômicos e comerciais.

As medidas de isolamento e distanciamento social impostas pelo novo coronavírus aumentaram exponencialmente a velocidade com que novas ferramentas e tecnologias fossem adotadas. O mundo e as empresas, não podem parar. Nesse contexto, a transformação digital deixou de ser uma tendência para se tornar uma prioridade. Mais do que isso. Passou a ser uma questão de sobrevivência. Compras online através de site, redes sociais ou aplicativos de mensagens tornaram-se a única opção para muitos consumidores que estão isolados em casa.

 Segundo pesquisa da CNDL, 53% das pessoas que pretendiam comprar presentes para o dia das mães optariam por fazer a compra online. As empresas foram obrigadas a adaptar todas as suas estratégias de marketing e vendas para essa nova realidade.

As medidas de proteção ao novo coronavírus provocaram algum tipo de disrupção em quase todas as empresas. Uma pesquisa da CNI aponta que 92% das empresas participantes foram afetadas negativamente pelo coronavírus. Nesse contexto, o marketing tem um papel fundamental para reinventar o modelo de negócios dessas organizações. Planejamentos de marketing estão sendo radicalmente reinventados. Todas as ações que envolviam ambientes externos ou aglomerações como eventos, foram cancelados. Os esforços das equipes voltam-se nesse momento para as ações no mundo digital, como e-commerce, redes sociais e entretenimento em casa.

A digitalização do marketing traz uma série de benefícios e oportunidades. Isolados em casa, consumidores têm mais tempo para “passear” em redes sociais, descobrir novas necessidades e criar novos hábitos de consumo, sem deixar de procurar o delivery do seu restaurante preferido. O mundo digital rompe limites geográficos. As empresas podem ganhar muitos clientes que estão fora do seu raio de atuação em tempos normais. Proporcionar boas experiências e bom atendimento também deve ser uma prioridade. Os consumidores isolados buscam segurança e utilizam indicações de amigos na hora de fazer suas encomendas.

Outra grande oportunidade de marketing nesse período é a possibilidade de conhecer mais profundamente seus clientes, uma vez que compras online e para delivery costumam trazer mais informações sobre aquele consumidor.

Situações de crise são uma grande oportunidade para se reinventar e, nesse contexto, a tecnologia é a grande oportunidade para o marketing de varejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *