24 de março de 2020
Luz de LED é tendência no varejo
Varejo SA por Varejo SA

Acompanhar a tecnologia é essencial para a valorização e bem-estar nos ambientes. Conheça as lâmpadas que estão dominando o setor da iluminação

Tudo começou há mais de 200 anos, quando surgiram os primeiros registros oficiais de uma das criações mais importantes da humanidade: a lâmpada. A luz elétrica está tão presente no nosso dia a dia que, muitas vezes, deixamos de perceber a importância e o impacto que ela tem em nossa vida. Além de suas funções básicas – deixar os dias “mais longos”, facilitar a nossa rotina e iluminar as cidades, por exemplo –, sabia que a luz influencia diretamente o layout, a decoração e, consequentemente, os resultados das vendas de uma loja? Isso mesmo, uma boa iluminação exerce um impacto gigantesco na decisão de compra do cliente.

Pode não parecer, mas a luz do ambiente é um dos fatores que fazem com que o cliente entre ou não no estabelecimento, também sendo útil para deixar em destaque os produtos que estão à venda no local. De acordo com uma pesquisa da Kellogg School of Management, a falta de iluminação faz com que os consumidores escolham com mais frequência a opção que lhes proporciona prazer imediato, de modo a tomar decisões nada práticas e ficar insatisfeitos ou arrependidos em seguida.

Lembre-se: uma iluminação bem planejada pode ser um fator de diferenciação da concorrência, uma vez que a sua loja ganhará destaque. Esse  planejamento é tão importante que existem profissionais e empresas especializados na aplicação de iluminação artificial em espaços interiores e exteriores. Rodrigo Travi, por exemplo, é CEO e diretor comercial da LEDAX, empresa que fornece soluções de eficiência energética. Ele afirma que, atualmente, a iluminação LED é fundamental para qualquer empresa que quer ser competitiva dentro do seu mercado. Para quem trabalha no ramo de supermercados, ele dá uma dica: “Além de garantir reprodução de cor melhor do que as lâmpadas fluorescentes, a iluminação em LED gera uma economia na ordem de 60%. Ainda, se não houver uma iluminação adequada, os produtos não ganham atenção e não despertam interesse de compra”.

Agora você deve estar se perguntando: além da economia de energia de até 60%, quais são as outras vantagens dessa tecnologia? Comparada às lâmpadas incandescentes e fluorescentes, que são as mais convencionais, a luz de LED transfere menos calor e é considerada mais eficiente energeticamente, o que significa que você terá mais luz, com menor gasto de energia, sem contar a qualidade e diversidade de luz – maior variedade de cores, fachos e intensidade. Em relação à vida útil do produto, uma luminária com essa tecnologia dura de cinco a seis vezes mais do que uma lâmpada tradicional.

Uma tendência para o planejamento da iluminação nos últimos anos é também a sustentabilidade, em que a iluminação de LED continua em primeiro lugar. Além da fácil reciclagem e descarte, podendo seguir a logística reversa de eletroeletrônicos em geral, não são identificados metais pesados (como chumbo ou mercúrio) no processo de fabricação desse tipo de lâmpada. Então, se você busca modernização para sua empresa, existem inúmeros argumentos válidos para considerar o investimento em LED, que tem uma durabilidade de, em média, 12 anos.

Para escolher a iluminação ideal para o seu estabelecimento, o empreendedor formado em Engenharia Elétrica e Eletrônica pela Universidade Federal da Bahia conta que, para lojas menores, mais intimistas e confortáveis, a recomendação é o uso de uma temperatura de cor mais amena (4.000 K), entre 800 e 1.000 lux. Já para lojas maiores, como “atacarejos”, com apelo maior de preço, a temperatura de cor recomendada é de 5.000 K, com um nível de iluminação também em torno de 800 a 1.000 lux. “É importante notar que para áreas onde a cor é muito importante para a venda, como nos hortifrútis, o índice de reprodução de cor deve ser alto (no mínimo 80)”, alerta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *