20 de maio de 2019
Lideranças e poder público debatem ações prioritárias para o desenvolvimento do varejo em iniciativas do PP 4.0
Amanda Wall por Amanda Wall

As atividades do Políticas Públicas 4.0 (PP 4.0), convênio firmado entre a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), continuam percorrendo o país. Somente no mês de abril, quatro cidades sediaram eventos. São Luís (MA), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ) e Teresina (PI) receberam encontros com foco no desenvolvimento local e regional, por meio da articulação das lideranças do varejo e elaboração de propostas de políticas públicas.

Nesse modelo de evento, representantes do varejo e agentes públicos se reúnem para discutir questões essenciais para o avanço do setor e que precisam ser incluídas na agenda dos Poderes Executivo e Legislativo. A programação é coordenada pelo professor Marcos Lima, consultor do Instituto de Avaliação, Gestão & Educação, organização especializada em gestão de políticas públicas e organizacionais. “O foco é desenvolver e implementar metodologias que promovam, por meio da articulação de lideranças, o desenvolvimento regional e local, com a estruturação concreta de propostas de políticas públicas para o varejo brasileiro”, explicaa.

Na capital maranhense, o encontro recebeu nove CDLs e contou com o apoio da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Maranhão (FCDL-MA) e da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas do Maranhão. O evento foi realizado na Assembleia Legislativa do estado, com a presença de secretários estaduais, deputados, vereadores, entidades empresariais e presidentes de CDLs. “Temos a oportunidade de unificar as demandas do varejo e alinhar as estratégias para um diálogo com o poder público, o que deve ser uma ação contínua das nossas entidades”, disse a presidente da FCDL-MA, Socorro Noronha, sobre a importância da interlocução da classe empresarial com os governos.

Parlamentares – O deputado estadual Adriano Sarney, presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa nodo Maranhão, disse que o PP 4.0 fortalece a conexão com o Legislativo. “Esta iniciativa é importante porque traz uma visão mais moderna e transparente da relação da iniciativa privada com o poder público. A frente parlamentar estará sempre de portas abertas para ações como esta, e vamos manter firmee esta parceria com o setor que mais incentiva a criação de emprego e renda no Maranhão”, declarou.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Maranhão, Raimundo Coelho, lembrou que a entidade, junto doss parceiros institucionais, investe na capacitação e fortalecimento das lideranças do varejo. “O objetivo é fazê-las protagonistas desse processo, elaborando propostas de políticas públicas para o setor. Por isso, o Sebrae está investindo, por meio deste convênio, para que a CNDL execute as ações elencadas pela classe empresarial em seus respectivos territórios”.

Na ocasião, foram apreciadas 11 demandas do varejo relacionadas à infraestrutura pública indispensável para o setor. “A partir dessas propostas, será necessária uma ação integrada com o governo para promover de fato um ambiente de negócios que proporcione o desenvolvimento do varejo, colaborando, assim, com o desenvolvimento da economia do estado”, explicou Lima As demandas foram compiladas em um documento com sugestões de ações para integrarem as políticas públicas, entreguee ao deputado Adriano Sarney.

Natal – O evento também ocorreu na capital potiguar, reunindo 18 CDLs do estadoo em um debate com o deputado estadual Hermano Morais, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Produtivo, e os vereadores Ronaldo Venâncio, presidente da Câmara Municipal de Ceará-Mirim, e Kleber Fernandes, representando a Comissão de Indústria, Turismo, Comércio e Empreendedorismo da Câmara Municipal de Natal.

“O objetivo aqui é trabalhar a questão do desenvolvimento local e regional, relacionando-a às políticas públicas prioritárias para o varejo, um dos setores mais importantes da economia. Em 2018, quem segurou o crescimento do Brasil foi o comércio e serviços. O setor liderou o crescimento do PIB no ano passado, representando 75,8%. Mesmo no cenário de desafios econômicos e sociais do Brasil, o setor de comércio cresceu 2,3%, enquanto o país cresceu 1,1%”, esclareceur Lima.

Ângelo Roncalli, especialista em Gestão de Políticas Públicas, que reforçou o time à frente do evento, apresentou aos participantes, os caminhos de diálogos entre atores públicos e privados. “Por onde começar a articulação? Em primeiro lugar, com a construção de uma rede de contatos a partir de relacionamentos de cada liderança da entidade. É essencial ter clareza dos objetivos, destacar a promoção do desenvolvimento local e enfatizar os benefícios mútuos, a relação ganha-ganha tanto para os entes privados quanto para a sociedade”, destacou.

“São iniciativas fundamentais para o varejo do nosso estado e do Brasil. É por meio do debate que avançaremos em políticas públicas para o setor, que tem potencial de apoiar a retomada do crescimento econômico e a geração de emprego e renda”, disse o presidente da FCDL-RN, Afrânio Miranda.

No Rio, discussão sobre RIG – Os especialistas em Relações Institucionais e Governamentais (RIG)), Eduardo Fayet e Murilo Mori, foram ao Rio de Janeiro debater o assunto com lideranças de 16 CDLs fluminenses. Entre os assuntos, os palestrantes abordaramm aspectos de compliance e ética na condução da defesa de temas prioritários para o varejo e o funcionamento do processo legislativo nas esferas estadual e nacional. “Qualificar as lideranças para os desafios de 2019 é muito importante e um evento como o PP 4.0 traz conteúdo de qualidade para que os nossos líderes sigam atuando pela melhoria do ambiente de negócios, regional e nacionalmente”, disse o presidente da FCDL-RJ, Marcelo Mérida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *