3ª edição

Os humanos subestimados – O que as pessoas de sucesso sabem que as máquinas mais brilhantes jamais saberão

Que esperança nos restará quando os computadores puderem dirigir carros melhor do que os seres humanos, identificar rostos, percorrer prestativamente os corredores de escritórios e fábricas e, até mesmo, realizar algumas cirurgias, tudo isso de forma mais rápida, mais confiável e menos dispendiosa do que as pessoas? É fácil imaginar um cenário de pesadelo em que os computadores simplesmente assumem a maioria das tarefas que as pessoas atualmente são pagas para executar.

O autor do livro, explica como as habilidades valorizadas pela economia estão mudando em termos históricos. As habilidades essenciais para o nosso sucesso não serão mais as técnicas do lado esquerdo do cérebro, ensinadas em sala de aula, que o progresso econômico exigia dos trabalhadores no passado. Na verdade, nossa maior vantagem está naquilo que nós, seres humanos, somos mais fortemente estimulados a fazer uns pelos outros e com os outros, decorrente de nossas habilidades mais profundas e essencialmente humanas – empatia, criatividade, sensibilidade, humor, - e nos exprimir com um poder maior do que a lógica jamais conseguiria. É assim que criaremos um valor durável não facilmente copiado pela tecnologia – pois somos programados para desejar que isso venha de seres humanos.

O que estão falando

Doris Kearns Goodwin

historiadora ganhadora do Prêmio Pulitzer


Muito bem escrito e objeto de profunda pesquisa, Os Humanos Subestimados é um dos livros mais criativos e interessantes sobre liderança que já li. É um triunfo!

Robert Greifeld

CEO da Nasdaq


Os líderes corporativos costumam dizer, ‘As pessoas vêm em primeiro lugar’. A verdadeira inovação só ocorre quando suas ações correspondem às suas palavras

Paul Polman

CEO da Unilever


Mais do que nunca, como bem demonstra Colvin, precisamos de pessoas que incorporem as qualidades mais humanas. O livro faz um relato animador do potencial de resistência da própria humanidade
shares