24ª edição

Parceria da Fundação da CDL-DF com a Abrace, projeto recolhe, nos estabelecimentos participantes, o troco dos consumidores que quiserem doar para projetos sociais

set_Integra_53

Envolver-se em projetos sociais, além de beneficiar quem vive em situação de vulnerabilidade, potencializa a imagem da empresa. Que tal participar do Troco por Sorrisos? Fruto de uma parceria entre a Fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) e a Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace), o projeto distribui cofrinhos para doações, que você pode colocar nos caixas de pagamento da sua loja.
A ideia é que o cliente seja incentivado a deixar o troco (ou parte dele) no recipiente. Mesmo em caso de compra com cartão, a pessoa pode doar, depositando notas ou moedas de forma voluntária, separadamente. Todo o valor arrecadado é revertido para projetos das duas instituições, que atendem a crianças necessitadas, e a adesão não tem custo. “Essa é uma forma rápida e prática para que toda a sociedade possa contribuir e qualquer valor, por menor que seja, é muito importante para nós, pois nos ajuda a manter os demais projetos”, afirma a presidente da Fundação CDL-DF, Andrea Vasquez.
Além disso, a Abrace vai distribuir diversos modelos de material gráfico para divulgação da campanha, e os lojistas participantes vão poder escolher o que querem imprimir para utilizar em sua empresa. Flyers, adesivos e banners fazem parte do pacote, além do material on-line para Facebook, Instagram e WhatsApp. “A impressão das peças escolhidas é o único custo que o empresário tem e ele pode escolher o que quer usar e a quantidade. Também oferecemos gratuitamente o treinamento de funcionários para abordar clientes a respeito do Troco por Sorrisos”, acrescenta a presidente da fundação.
O presidente da CDL-DF, José Carlos Magalhães Pinto, ressalta a necessidade de o setor empresarial envolver-se em iniciativas sociais. A atual secretária de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal e ex-presidente da Abrace, Ilda Peliz, lembra que, “em tempos de crise econômica, as doações caem brutalmente”. E faz um apelo: “Precisamos ainda mais da ajuda da sociedade”.

set_Integra_53c

shares