20ª edição

mai_integra_BH

Cerca de 600 empresários mineiros, interessados em novas tecnologias e modelos de gestão, se reuniram no dia 20 de março, em Belo Horizonte, durante a segunda edição do Infovarejo. O Congresso, realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), ATS Informática, Avanço Informática e EAC Software, contou com palestras sobre ponto de venda; como gerar valor ao negócio; como sair da crise; captação, fidelização e retenção de clientes; e transformação digital no varejo, além de estandes com exposição de serviços e produtos de interesse dos setores de comércio e serviços.

Para Bruno Falci, presidente da CDL-BH, o evento é uma grande oportunidade para o empresário se inteirar das novidades e recursos do mercado. “Não dá para chegar a resultados diferentes seguindo os mesmos caminhos. A todo momento, temos que nos reinventar e fazermos uma leitura do nosso modelo de gestão”, ressalta. “Participar desses eventos, onde em um mesmo local é possível inovar, aprender e fazer networking, já é um grande passo para sair à frente da concorrência”, completou.

O presidente da ATS Informática, Geovanne Telles, definiu o Infovarejo como um local de encontro de tecnologias e ideias. “O empresário brasileiro não deve achar que sabe tudo. Novas experiências para tratar velhos problemas são sempre essenciais”, afirmou. “O Congresso do ano passado foi realizado no meio de uma crise econômica e muitos problemas. Com a melhora dos resultados a partir do segundo semestre de 2017, a segunda edição do Infovarejo teve como um dos focos a busca de diferenciais e a fidelização do cliente, sempre com um olhar para a tecnologia e inovação”, acrescentou. Telles já garantiu a realização da terceira edição do Congresso para o primeiro semestre de 2019.

A edição de 2018 inovou ao instigar e permitir uma interface com a plateia. Na palestra “Varejo na vida real”, foram apresentados depoimentos exclusivos de empresários ocultos, discorrendo sobre seus principais problemas, como a sucessão dos negócios, a legislação tributária, as relações trabalhistas, entre outros temas e que muitas vezes se ficassem cara a cara com outra pessoa, não teriam a coragem de se expor. Os empresários que expuseram as situações não foram revelados.

shares