29 de julho de 2019
Eventos do PP 4.0 já reuniram mais de 1.300 líderes do Sistema CNDL
Amanda Wall por Amanda Wall

Convênio com o Sebrae passou por 12 cidades das cinco regiões brasileiras

O Políticas Públicas 4.0 (PP 4.0), convênio entre a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), continua percorrendo o Brasil em eventos de qualificação de lideranças e debates em torno das demandas prioritárias para o varejo. Até agora, passou por 12 cidades de todas as regiões do país. Mais de 1.300 lideranças já participaram do programa desde o lançamento, em novembro de 2018.

O presidente da CNDL, José César da Costa, comemora os resultados. Para ele, as lideranças do sistema compreendem a importância da iniciativa e participam ativamente dos encontros. “Cada região tem suas particularidades e demandas prioritárias. Claro que alguns pontos são comuns no país inteiro, principalmente no que diz respeito à segurança, mobilidade e alta carga tributária, por exemplo. Essa troca de experiências com quem está na ponta nos ajuda a ter um retrato do varejo e continuar trabalhando em Brasília pelo benefício dos micro e pequenos empresários”, avalia.

Mato Grosso – No dia 5 de julho, o PP 4.0 chegou à cidade de Sinop, distante cerca de 500 quilômetros de Cuiabá e conhecida como a “capital do Nortão”. O Encontro Empresarial e Lançamento do Programa Políticas Públicas 4.0 reuniu cerca de cem pessoas, entre lideranças do Sistema CNDL, empresários, autoridades e representantes políticos das esferas municipal, estadual e federal. 

Os especialistas Marcos Lima e Ângelo Roncalli conduziram o encontro, um workshop de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio da articulação das lideranças do varejo e elaboração de propostas de políticas públicas. Nesse formato de evento, os setores público e privado discutem profundamente a agenda de políticas públicas, com base nas demandas específicas do setor varejista para a região.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sinop, Marcos Antônio Alves, e o vice-presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL-MT), David Willian Pintor, anfitriões do evento, receberam representantes da CNDL e das CDLs Cuiabá, Alta Floresta, Feliz Natal, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Vera, Nova Mutum, Cuiabá, Cláudia e Várzea Grande. Alves comemorou a escolha da cidade para o primeiro encontro no estado. “Estamos muito felizes e orgulhosos por inaugurar o PP 4.0 em Mato Grosso, pois temos a consciência de que se trata de um evento importantíssimo para a sustentabilidade do Sistema CNDL e do varejo”.

Para Lima, do Instituto de Avaliação, Gestão & Educação (IAGEE), o objetivo do workshop é trabalhar a questão do desenvolvimento local e regional e relacioná-la às políticas públicas prioritárias para o varejo, um dos setores mais importantes da economia. “Para ter uma ideia da relevância do que estamos falando, em 2018, quem segurou o crescimento do Brasil foi o setor de comércio e serviços, que liderou o crescimento do PIB no ano passado, representando 75,8%. Mesmo no cenário de desafios econômicos e sociais do Brasil em 2018, o setor de comércio cresceu 2,3%, enquanto o país cresceu 1,1%”.

A agenda de políticas públicas debatida no PP 4.0 inclui 24 medidas em benefício do setor em Mato Grosso. Entre os temas tratados pelos especialistas com os parlamentares e lideranças presentes, estiveram propostas de fortalecimento do comércio e desenvolvimento econômico local, educação empresarial e assistência gerencial às micro e pequenas empresas, segurança pública, sistema tributário, crédito e financiamento e modernização das leis trabalhistas e previdenciárias.

Ceará – Para a capital cearense, Fortaleza, o PP 4.0 levou uma qualificação em ações de Relações Institucionais e Governamentais (RIG). Mais de 40 líderes de CDLs de diferentes regiões do estado se reuniram para discutir, entre outros temas, a importância de defender os interesses do varejo nos âmbitos municipal, estadual e federal.

“O PP 4.0 é uma oportunidade de despertar em nossas lideranças a consciência da necessidade de termos uma aproximação mais efetiva com o poder público, para que possamos conseguir construir soluções efetivas para o nosso setor”, disse o presidente da FCDL-CE, Francisco Freitas Cordeiro.

O encontro foi conduzido pelos especialistas em RIG Eduardo Fayet e Murilo Mori. Na primeira parte do evento, Fayet falou sobre ética, transparência e compliance dentro das empresas e na condução do trabalho de RIG. “A moral, a cultura, os costumes e os hábitos constroem a ética e a ética é a base da integridade e do compliance nas empresas e nas relações do setor público com o privado. Todo o nosso trabalho, em qualquer tipo de relação, deve ser pautado por esses princípios”, alertou.

O especialista apresentou as competências que um líder deve desenvolver para atuar em RIG. “Três elementos são fundamentais nesse processo. O primeiro é o conhecimento, ou seja, ter a teoria, conhecer o assunto que se quer defender. O segundo é a habilidade: fazer, atuar. É saber escutar, se colocar no lugar do outro. O terceiro é a atitude, o querer. É ter a vontade de mobilizar, fazer as agendas, marcar as reuniões, discutir os assuntos, estar aberto a debater. Esses são elementos muito importantes para executar RIG com competência”.

Mori, advogado com vasta experiência no Congresso Nacional, apresentou os detalhes do processo legislativo. Os líderes aprenderam como nascem e tramitam projetos que influenciam diariamente a vida dos empresários e da população. “Mesmo antes de algum projeto tramitar, o profissional de RIG pode levar proposições ao Poder Executivo ou a um parlamentar com quem tenha bom relacionamento. Isso é totalmente legítimo”, disse. “É importante o monitoramento, pelo menos semanal, de novas proposições nas duas Casas. Até este momento, foram apresentados mais de três mil projetos de lei. Na última legislatura, só na Câmara dos Deputados, foram 11.278 projetos”.

O presidente da CDL Canindé, Antônio Alves, percorreu mais de cem quilômetros para participar do evento na capital e aprovou a iniciativa da CNDL. “Aprender como interagir com os gestores públicos é essencial para o trabalho das entidades na ponta. Esta ação da CNDL ajudará as lideranças do sistema na rotina de trabalho; são dicas e orientações que poderemos colocar em prática em prol do desenvolvimento do setor varejista”, acredita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *