17ª edição
miolo
Modelos de negócio de sucesso
4 de fevereiro de 2018
entrei_na_sua_loja
A coxinha travestida e a fantasia de cada um de nós
4 de fevereiro de 2018

Growth hacking, um jeito inovador de fazer seu negócio crescer

Por Vinícius Bruno

dicas_fev18

Nenhum empresário gosta de colocar dinheiro em algo arriscado e que não garante um bom retorno, certo? Mas como crescer de forma rápida, barata e original? Esse é um dos grandes desafios dos empreendedores da nova geração, que têm muitas ideias na cabeça, mas poucos recursos no bolso.

Growth hacking. Sim, a palavra é estranha e pode até causar medo, mas não tem nada a ver com vírus, invasão de computadores e roubo de senhas. Literalmente, growth significa crescimento e hack quer dizer brecha. Dessa forma, a mentalidade por trás do growth hacking é encontrar brechas, espaços e oportunidades para crescer, que vão além das técnicas tradicionais de marketing.

Muitas start-ups mundialmente conhecidas aceleraram seu crescimento usando táticas de growth hacking, como é o caso do Dropbox, da Uber, do Airbnb, do Google e de outras marcas igualmente indispensáveis nos dias de hoje.

O princípio por trás dele é potencializar o crescimento dos negócios a partir de um pensamento analítico e com foco em metas. Para isso, é fundamental definir objetivos, selecionar dados que serão analisados, traçar modelos de alavancagem e entender o ciclo de vida do seu produto ou serviço. Mais do que uma fórmula pronta, o growth hacking é uma maneira de pensar o marketing do seu negócio. Você busca entender seu produto a partir do feedback e da interação com seu usuário, propondo alterações e novas soluções de forma contínua. Nesse caso, as ferramentas digitais, especialmente as gratuitas, tornam-se plataformas fundamentais de marketing.

 

Algumas dicas para alavancar seu negócio:

 

– Amostra grátis e modelo premium: esta tática funciona como uma isca, sendo uma das técnicas mais utilizadas, especialmente por start-ups. Basicamente, você oferece seus produtos e serviços por um período de degustação totalmente grátis. Após um tempo, pode haver uma conversão desses usuários para o modelo pago.

– Surpreenda seu cliente: quem não gosta de receber um agrado e se sentir especial? Que tal oferecer aos seus clientes algo mais que eles nem imaginavam e sem pedir nada em troca? O cliente não só se sentirá agradecido, como é bem provável que comente algo em suas redes sociais, despertando a curiosidade de muita gente, que, com certeza, vai ficar com vontade de virar cliente da sua marca. Esta estratégia é excelente para quem busca visibilidade, reputação e boa imagem da marca. Lembre-se: seus clientes são seus melhores vendedores.

– O poder das redes sociais: hoje em dia, as pessoas passam o tempo inteiro conectadas ao Facebook, Twitter, Instagram… Em vez de pedir aos seus clientes para criar outro cadastro do zero para acessar seu site, por que não usar um serviço totalmente integrado a essas páginas? Além de simplificar o processo de registro, você pode se beneficiar dos dados públicos desses clientes nas redes sociais. Informação é o bem mais precioso para um empreendedor. Conhecendo melhor seu cliente, você pode oferecer produtos e serviços mais direcionados. É bom para você, que mira o alvo certo com a flecha adequada, e melhor ainda para seu cliente, que só vai receber material que de fato lhe interessa.

– Engajamento: usuários gostam de interação, de ser ouvidos, de saber que, por trás de uma tela, existe alguém preocupado com seu bem-estar e com a experiência de compra. Uma forma interessante de gerar um tratamento mais humanizado é promover concursos nas redes sociais. Que tal sortear um brinde especial ou um produto recém-lançado da sua marca para quem escrever um comentário bacana, curtir um post ou retuitar seu perfil?

shares