14ª edição

Manual de Gestão para o sistema CNDL é um dos resultados do Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo já está disponível

Por Renata Dias

book

Reunindo recomendações que buscam promover melhorias nas entidades que integram o Sistema da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), já está no ar o Manual Básico de Gestão das Entidades do Sistema CNDL. O documento é um dos produtos elaborados no âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo, parceria da CNDL com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Ao longo de todo este ano, o programa , começa 2017 a todo vapor na região Nordeste.

Para a elaboração do Manual de Gestão, foi feita uma ampla discussão na tentativa de alinhar conteúdos e expectativas. Fruto de um processo de construção coletiva, o manual reflete o compromisso com o fortalecimento de todo o Sistema CNDL. Ao trazer um novo padrão gerencial, o objetivo é obter maior organicidade e unicidade às atividades desenvolvidas em cada braço da CNDL, além de fortalecer a atuação comercial, buscando gerar força de vendas. Fortalecer o relacionamento com os associados e atrair novos interessados e parceiros também destaca-se como um dos objetivos do Manual de Gestão.

Representando um instrumento de apoio, o manual traz um conjunto de sugestões para as CDLs que desejam aprimorar os seus processos e alavancar a qualidade dos seus modelos de gestão. Disseminar o associativismo como instrumento de rede, para conscientizar e ressaltar o papel da CNDL e sua contribuição efetiva na promoção do desenvolvimento econômico e social do país.

O documento está dividido em duas partes: “Gestão de Federações de Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDLs)” e “Gestão de Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs)”. As primeiras orientações destacam a importância da elaboração de um planejamento estratégico eficiente para as entidades. O texto traz valiosas indicações e ferramentas de como elaborar um planejamento estratégico, um plano de ação e modelo de acompanhamento da gestão, com dicas sobre o exercício de liderança e do desenvolvimento de parcerias estratégicas.

No capítulo dedicado à representação institucional, o manual traz a importância desses relacionamentos para a representatividade do sistema lojista e a participação essencial na formulação de políticas públicas. Entre os relacionamentos destacam-se as interações dentro do próprio Sistema CNDL, relacionamento estadual com o Executivo, Legislativo e Judiciário e outras instituições estratégicas.

O manual traz também sugestões para buscar a expansão da rede cedelista, como mapeamento do potencial dos municípios e dicas para estabelecer um plano de expansão. Informações sobre estrutura organizacional, ferramentas para gestão administrativa de recursos humanos, financeiros e contábeis também integram o manual. Seguindo as melhores práticas do mercado global e cuidando do principal ativo, que é a informação, o documento traz um importante capítulo sobre Controles Internos, Segurança da Informação, Código de Ética e noções de Compliance, mostrando alinhamento com as necessidades atuais de uma gestão moderna.

Ao apresentar o Manual de Gestão, a diretoria da CNDL deixa claro que não se trata de um “instrumento estático, e sim dinâmico e flexível”, que pode sofrer alterações e adaptações de acordo com as especificidades locais e necessidades de cada entidade.

Baixe agora mesmo o Manual Básico de Gestão das Entidades do Sistema CNDL, disponível para dowload no link http://www.cndl.org.br/upload/Materiais/manual%20de%20Gest%C3%A3o.pdf.

shares