1 de abril de 2017
Comércio em Concórdia está preparado e quer aumentar vendas
Varejo SA por Varejo SA

Em Concórdia, no oeste catarinense, os ovos de Páscoa já estão, desde o fim de março, nas prateleiras dos supermercados e lojas especializadas. As gôndolas estão repletas de ovos, de diversos tamanhos, cores e sabores. Os chocolates em barra ou em caixa também costumam ganhar a atenção dos consumidores. E a Câmara de Dirigente Lojista da cidade está confiante de que a data mais saborosa do ano vai ampliar as vendas no comércio, mesmo com a sinalização de aumento de preços.

A data comemorativa que já é tradicional no calendário da cidade e movimenta todos os anos a economia no oeste catarinense. “Essa é a 5ª melhor data para o nosso varejo e para atrairmos a atenção dos consumidores é preciso apostarmos em estratégias como reduzir o número de modelos e sabores, assim como oferecermos maiores prazos de pagamento e descontos generosos no pagamento à vista. A indústria aposta nas caixas de bombons e tabletes, em itens menores”, avalia ainda o presidente da entidade, Heldemar Maciel.
“Pensando em economizar o consumidor deve optar pelas caixas de bombons, barras de chocolate, porque é mais barato. Os ovos estes continuam sendo os prediletos das crianças, em especial os de personagens ou com algum brinquedo embutido. A variedade nos supermercados é tanta que fica difícil levar apenas um, os consumidores sempre acabam comprando um item a mais o que é ótimo para os estabelecimentos”, comenta Maciel.

Enquanto a Confederação Nacional do Comércio Lojista registrou queda de 4,3% nas vendas de Páscoa em 2016, no oeste catarinense, os dados foram bem mais satisfatórios: segundo informações da CDL Concórdia os estabelecimentos registraram cerca de 5% de aumento nas vendas nesse período. “Esperamos que os números permaneçam em torno de 3 a 5% de elevação no mesmo período este ano. As pessoas continuam segurando o dinheiro e evitando o endividamento prolongado, por isso, a hora é de inovar e apostar em novas formas de conquistar este cliente”, destaca Maciel.

Mas não são apenas os estabelecimentos de alimentos que estão otimistas com as vendas. As lojas de brinquedos, assim como de vestuário em específico infantil igualmente costumam vender mais nesta época. “O maior movimento deve ser na semana que antecede a data que será celebrada no dia 16 de abril. Todo o comércio da nossa cidade está preparado para atender bem os clientes e vender mais”, finaliza o dirigente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *