25ª edição
out_Brasilia40_debateMT
Diálogos Unecs roda o país
9 de outubro de 2018
hilanie_2018
Comprar é diversão
9 de outubro de 2018

Fim de ano à vista

Por Marcela Kawauti Economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil)

De repente, é outubro! Para os lojistas, o fim de ano começa um pouco mais cedo, por agora. Afinal, é preciso estar preparado para atender aos consumidores, que logo estarão pelas ruas em busca das compras de Natal e de Ano Novo.

Historicamente, o fim de ano é uma das datas mais importantes para o comércio. Em 2017, pesquisa do SPC Brasil constatou que sete em cada dez brasileiros pretendiam presentar alguém no Natal. As principais razões para isso eram a tradição e a consideração de que esse é um gesto importante. Em 2016, quando o país ainda vivia o auge da crise, o percentual de consumidores que pretendiam presentear era igualmente elevado, em torno de 70%. Por aí se tem uma dimensão da importância da data.

Hoje, a conjuntura econômica é um pouco mais favorável, apesar de os consumidores ainda enfrentarem dramas herdados da crise, como o desemprego e a renda comprimida. Diante das dificuldades, eles se adaptam, mas é improvável que deixem de honrar a tradição.

Quem está do outro lado do balcão também deve adaptar-se de alguma forma. De partida, é preciso ter um diagnóstico claro do momento por que passa seu cliente. Depois, é necessário atrair a atenção deles para aquilo que você pode oferecer de vantajoso em relação a seus concorrentes.

Antecipando-se ao Natal, os consumidores já reconhecem a Black Friday como uma oportunidade para realizar suas compras. O evento tem data marcada, mas as promoções começam a aparecer muito antes.

Se o ano foi ruim, você está diante de uma chance de ouro para recuperar-se; se o ano foi bom, essa é a hora de melhorar ainda mais os resultados. Não faltarão apelos, de toda parte, para chamar a demanda das compras de fim de ano. É preciso lembrar o consumidor de que, nessa época, você tem algo a oferecer. Tenha certeza de que os concorrentes o farão.

shares