9 de outubro de 2018
CDL Campo Grande realiza Liquida Centro
Varejo SA por Varejo SA

Ação ajuda lojistas impactados pelas obras de revitalização

Campo Grande, a capital de Mato Grosso do Sul, está vivendo um momento de transformação. A rua 14 de Julho está passando por uma grande obra de revitalização, o Reviva Campo Grande, que irá mudar completamente suas características, prometendo trazer um ar europeu para a principal rua de comércio da cidade.

Em razão das mudanças no cronograma apresentado para as obras de revitalização, os lojistas estão enfrentando grandes transtornos. Previsto para acontecer a cada duas quadras, começando por uma esquina específica, os comerciantes viram o canteiro de obras mudar, de um dia para o outro, para os principais cruzamentos da rua, pegando todos de surpresa. Essa mudança repentina causou prejuízos imediatos para os lojistas da região. Calcula-se que a queda nas vendas tenha chegado a mais de 70%.

Para enfrentar esse momento de adversidade e dar um respiro aos lojistas, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campo Grande realizou o Liquida Centro, mobilizando aproximadamente 300 lojas no quadrilátero central, que ofereceram descontos de 10% a 50%, durante a semana de 1º a 8 de setembro.

Em razão da falta de recursos para a divulgação do evento, a entidade criou uma estratégia de comunicação por meio de mídia espontânea e parcerias com o governo estadual.

Para conseguir a divulgação do Liquida Centro sem custos, a Assessoria de Comunicação fez contato com os principais veículos de comunicação da cidade e uma parceria com emissoras de rádio e TV para a divulgação do evento e produção de spot e vídeo institucional, utilizados em carros de som e nas redes sociais. Ao todo, foram mais de dez entrevistas para programas de rádio e TV e cobertura do evento em mais de 15 veículos, entre eles, os principais sites do estado.

A repercussão do Liquida Centro foi excelente, atraindo consumidores e melhorando as vendas na maioria das lojas da região central, inclusive no feriado, quando algumas lojas aproveitaram o movimento do desfile cívico e abriram.

De acordo com Adelaido, presidente da CDL Campo Grande, a previsão é que, após as obras, o centro esteja de cara nova, revitalizado. “Entendemos que não se faz limonada sem espremer os limões, mas, até que tudo esteja lindo, a 14 de julho de cara nova, precisamos que o comércio da região sobreviva e é por isso que já estamos idealizando outras ações”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *