21 de outubro de 2019
Capacitar funcionários é a alma do negócio
Varejo SA por Varejo SA

Você tem uma empresa e investe em inovação, ações de marketing e experiência do consumidor, mas como está a sua relação com os seus colaboradores? Está investindo no treinamento e desenvolvimento deles? Para Juliana Saldanha, estrategista em posicionamento e comunicação de marcas pessoais, é essencial que as empresas fiquem atentas e invistam na capacitação dos seus funcionários, colocando-os aptos a desempenhar novas funções. Por isso, capacitar os profissionais se tornou essencial para ampliar a vantagem competitiva do seu negócio.

A verdade é que muitos empreendedores ainda não incorporaram a iniciativa de auxiliar na capacitação profissional de seus funcionários. “Algumas empresas têm uma visão míope e acreditam que o investimento poderá ser em vão caso o colaborador se desligue da empresa. No entanto, é totalmente equivocado esse olhar, visto que um colaborador bem qualificado ajuda o negócio a crescer de forma mais acelerada e assertiva”, conta.

Boca a boca ainda é o melhor negócio

Todo varejista sabe que o marketing boca a boca é o mais antigo e eficaz método de divulgação. E não pense que essa regra vale só na hora de vender um produto ou serviço: ele é essencial também quando se trata da sua equipe, a “alma” do seu negócio. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Nielsen, 92% dos consumidores ao redor do mundo afirmam que confiam totalmente na indicação de um amigo ou familiar, acima de qualquer outra forma de propaganda.

Por isso, se você investe no seu funcionário e ele propaga isso, é bem provável que outros profissionais também se interessem em trabalhar na sua empresa. “É constatado que pessoas confiam mais em pessoas do que nas organizações. Com isso, os benefícios de ter um funcionário disseminando as mensagens-chave da empresa são muito importantes. Outro ponto que devemos levar em conta é que, se há alguém com grande expertise ou talento no seu time, é bem provável que outras pessoas irão ter um interesse maior em trabalhar com você, ou seja, o boca a boca também contribui para a atração de talentos”, explica.

A estrategista cita alguns benefícios de investir no colaborador da sua empresa:

  • Atração de talentos

Marcas pessoais podem contribuir para o employer branding, ou seja, podem tornar a marca da empresa mais atrativa na contratação de futuros talentos.

“Adoraria fazer parte do time dele”, “Eu me conecto com essa forma de trabalho, com essa linha de raciocínio”, “Eles me inspiram, também quero ser parte dessa comunidade”, estas podem ser aspirações mais frequentes por parte do público que os acompanha.

  • Aumento do alcance da mensagem da empresa

Se cada colaborador que possui uma marca relevante e influente levar genuína e consistentemente a mensagem da sua empresa ao seu público, maiores serão a presença, a memorabilidade e a conexão da marca com o público ao longo do tempo. Além disso, pode ocorrer a diminuição do investimento em marketing de influência, pois os próprios colaboradores podem se tornar embaixadores da marca com grande alcance.

  • Humanização da empresa

As marcas têm buscado cada vez mais a humanização da sua comunicação, para gerar maior conexão emocional com o seu público, seja por meio da linguagem, seja de uma mascote. A mesma estratégia pode ser aplicada via branding pessoal, tornando as organizações mais acessíveis, humanas, conectadas e inspiradoras por meio de seus próprios líderes.

  • Conhecimento gera movimento

Por vezes, passamos mais tempo atentos ao que o outro “fala” on-line do que dentro da própria empresa, onde estamos imersos em nossas atividades diárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *