8 de agosto de 2018
A agenda do varejo para as eleições gerais
Varejo SA por Varejo SA
Male hand with pen over open notebook at seminar or conference
Male hand with pen over open notebook at seminar or conference

Entramos no segundo semestre do ano. Acabada a Copa do Mundo de Futebol, as atenções agora se voltam para as eleições gerais de outubro. Neste ano, os brasileiros vão eleger presidente da República, senadores e deputados federais, estaduais e distritais. Em meio a formação de chapas e formalização das campanhas, o cenário ainda é incerto. Diferente das eleições anteriores, a falta de confiança nas instituições e, principalmente na classe política, desanima o eleitor brasileiro. As redes sociais e os riscos de notícias falsas prometem esquentar ainda mais os ânimos no período eleitoral.

A matéria principal desta edição faz um exercício de formulação dos principais anseios e necessidades do setor varejista. Pelo seu peso na economia, sua capilaridade e sua força na geração de empregos, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o setor varejista em geral precisam chamar o protagonismo para si e ir em busca do comprometimento dos postulantes com a agenda de crescimento elaborada pelo setor. A urgência de reformas estruturantes, a melhora na infraestrutura de forma geral, a facilitação a créditos diferenciados e a busca por incentivos robustos para a inovação ditam as linhas gerais das principais demandas do comércio e serviço.

E a luta por desenvolvimento de lideranças, articulação de políticas públicas para melhorar o ambiente de negócio no país e incentivar o empreendedorismo ganhou mais um aliado. Depois do sucesso do Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo (PNDV) a CNDL acaba de firmar um novo convênio com o Sebrae Nacional. Batizado de Políticas Públicas 4.0, o projeto prevê a realização de atividades e pesquisas nos próximos dois anos, envolvendo todos os estados brasileiros. É a representatividade do Sistema CNDL sendo renovada. Afinal, a agenda de desenvolvimento do setor significa desenvolvimento do país e não se limita ao período eleitoral.

Assim como esta edição não se limita ao debate de programas de governo. Trazemos cases nacionais de sucesso que mostram que a omnicanalidade é uma realidade cada vez mais forte no varejo nacional. Também trazemos uma matéria que esclarece os principais pontos da nova lei de proteção geral de dados, que impacta os negócios e toda a sociedade. E, a data mais especial do mês também ganha espaço na revista Varejo s.a. Na matéria sobre o dia dos pais é possível conferir as mudanças sociais e nas estruturas familiares. A figura do pai se reinventa se adaptando aos novos tempos. Independente do perfil e da configuração da sua família, a data especial pede lembrança, reflexão e, claro, presentes.

Esperamos que goste da leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *